.Tomaram café ..


windows 8 registry tweaks

.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Quarta-feira, 5 de Abril de 2006

Como te fazeres passar por inteligente e culto.

Para pareceres mais inteligente do que realmente és, aqui vão algumas dicas:

  • Usa óculos, mesmo que não precises. Estes vão adicionar cerca de 10 pontos ao teu QI.

  • Se fores homem, tenta ser careca. As pessoas tem tendência a pensar que ideias fabulosas explodem dentro da tua cabeça, arrastando o teu cabelo à sua passagem.

  • Durante uma conversa, finge que estás a escutar com muito interesse e que percebes perfeitamente o ponto de vista da outra pessoa. Eu sei que é difícil, especialmente com a conversa que algumas mulheres têm, mas não receies meter pelo meio algumas frases do género : "Incrível ! Então ela usou aquele vestido também na festa da Mafalda ? Wow!"

  • Sempre que a oportunidade surja, afirma teres lido algo num livro. Por exemplo: "Por acaso, Xavier, recordo-me de ter lido um ponto de vista semelhante na obra-prima Timaeus, de Platão " (francamente, ninguém à face da terra leu o Timaeus, portanto, digas o que disseres o teu interlocutor vai acreditar).

  • Finge que tens um passatempo cultural, do género literário, musical etc. Ninguém te vai pedir para tocares a harpa e sempre podes afirmar que se trata dum passatempo relaxante. Se, por acaso algum chato te pedir para tocares, sempre podes dar a desculpa duma arreliadora tendinite devido a muito ensaio.

  • Desenvolve os teus dotes de comunicador. Aprende a escrever sem erros e a discursar para as massas. Ou seja, não te comportes nem como o bronco do Mike Tyson nem como uma estrela do Rap.

  • Podes aludir a antepassados com títulos e nomes pomposos, só para te dar mais estilo, mas fá-lo sempre duma forma desprendida. Por exemplo, ao afirmares que o teu tetravô paterno,  era o ilustre intelectual José Maria Biscaia de Vasconcelos, conselheiro do rei e combatente na Batalha de Falveitosa, menciona como quem não quer a coisa, que ele era sobretudo um homem das letras, sensível, e com uma biblioteca recheadíssima que tu felizmente herdaste (mas deves dizer isto como uma coisa perfeitamente banal).

  • Finge que adoras musica clássica. Alude a idas a Viena para assistir aos concertos da Orquestra Sinfónica do Liechtenstein e de Moscovo. Podes meter uns nomes de sinfonias pelo meio: "Magnífica a interpretação da Sinfonia da Primavera em Fá Sustenido, feita pela Orquestra Clássica de Volchenstraut,  brilhantemente orquestrada pelo Maestro Hans-Karl Von Klungen, não concorda?". ( o teu interlocutor vai ter vergonha de confessar desconhecer o nome da Sinfonia, da Orquestra e do maestro que tu inventaste).

  • Pesquisa na net nomes de obras de arte e o nome do respectivo museu ou galeria onde se encontram. Assim, suavemente, a meio duma conversa podes meter a tua laracha como se alguma vez realmente tivesses entrado num Museu.

  • Faz por seres visto com um livro em russo debaixo do braço. Não te preocupes, que se alguém te perguntar de que trata o livro podes inventar à vontade, que ninguém sabe ler russo.

  • Alude vagamente  a um convite da NASA para trabalhares no programa espacial. Faz um ar entre o pesaroso e o conformado, ao dares a conhecer que tiveste de declinar tal convite devido a problemas de saúde da tua mãe, que , obviamente não poderias abandonar num momento em que tanto de ti precisava. Matas dois coelhos com um tiro: és esperto e bom filho.

  • E finalmente, e mais importante de tudo, usa palavras caras ou pouco usadas. Palavras que ninguém sabe que porra significam. Não chames palerma ao teu interlocutor. Chama-lhe antes néscio. Não digas "Epá, tu falas falas falas e não dizes nada". diz antes "Você é assaz falacioso, meu caro amigo" . Fica sempre bem  ..e deixa a duvida no ar.

 

sinto-me:

escrevinhado por Mikas às 10:13

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

3 comentários:
De Road-King a 15 de Abril de 2006 às 10:20
ahahha Mikas..Quite insightful indeed..lol (agora vem dai ver o meu blog da treta vá)*****


De PrincessFabiana a 5 de Agosto de 2006 às 09:17
Bem com estas dicas kualker parvalhão faz uma vistaça... looooool
Estás-te a revelar uma grande proff.... eheheehehhehe... muito giro este post...

Beijos Fabi


De solnascente a 21 de Novembro de 2006 às 11:20
Depois de descoberto o que será.


Comentar post

.subscrever feeds