.Tomaram café ..


windows 8 registry tweaks

.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Quinta-feira, 4 de Janeiro de 2007

Tell me lies..

Diz-me que sou eu a tal

Fundamental na tua vida.

Fala-me das saudades que sentes

Se me procuras e eu não estou.

Conta-me com todos os pormenores

Como sou tão especial, tão especial para ti.

Partilha comigo os passeios que iremos dar,

Os abraços e passos de dança lenta a dois.

 

Fala-me de tudo de bom que te vier à cabeça.

Inventa, improvisa, usa da imaginação provecta.

Diz-me coisas que sabes que gosto de ouvir..

Mas diz-me com convicção, para eu acreditar.

Fala-me dos sonhos que sabes que tenho

Como se fossem também os teus sonhos.

 

Mente-me. Conta-me histórias.

Eu vou acreditar nelas, por uns momentos.

E depois.... bem, depois penso nisso quando lá chegar.

Tell me lies, tell me sweet little lies

Tell me lies.

 

música: Facil de Entender

escrevinhado por Mikas às 17:06

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

1 comentário:
De venha a 13 de Janeiro de 2007 às 12:12
somewhere i have never travelled, gladly beyond
any experience, your eyes have their silence:
in your most frail gesture are things which enclose me,
or which i cannot touch because they are too near

your slightest look easily will unclose me
though i have closed myself as fingers,
you open always petal by petal myself as Spring opens
(touching skilfully, mysteriously) her first rose

or if your wish be to close me, i and
my life will shut very beautifully, suddenly,
as when the heart of this flower imagines
the snow carefully everywhere descending;

nothing which we are to perceive in this world equals
the power of your intense fragility: whose texture
compels me with the colour of its countries,
rendering death and forever with each breathing

(i do not know what it is about you that closes
and opens; only something in me understands
the voice of your eyes is deeper than all roses)
nobody, not even the rain, has such small hands

-- e. e. cummings


Comentar post

.subscrever feeds