.Tomaram café ..


windows 8 registry tweaks

.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

Espelho meu..

 

 

Sou da opinião que um dos melhores exercícios que podemos fazer é olharmo-nos no espelho.
Devemos olhar-nos literalmente no espelho, ver a nossa imagem reflectida duma forma realista. Olhar os nossos pontos de vantagem e ver os defeitos da nossa anatomia.
Reconhecer os cabelos brancos, se os tivermos, e ver em cada fio despigmentado apenas mais uma pérola de sabedoria. Analisar as rugas, se elas já lá estiverem, e saber que não passam de marcas de expressão, por termos rido muito, chorado copiosamente, enrugado os olhos, revirado os cantos da boca em alegria ou tristeza. Ver as marcas de nascença, e as cicatrizes obtidas ao longo da vida, e lembrar o motivo da sua existência. Nota.. se tens estrias na barriga, não são bonitas de se ver, mas se foram causadas por uma gravidez e és abençoada por um filho que amas, a sua feiura é relativamente pequena.
Vê também o que tens de bonito, porque tens ! O brilho do olhar não se compra, e as covinhas da tua face quando sorris, não há cirurgião plástico que as consiga recriar. E se o teu rabo já começou a viajar para sul, pensa que ainda tens um bom par de pernas. Ou podes ser homem e ter uma barriguita avantajada, mas ter uns lindos olhos verdes, ou (sorte das sortes! ) ter uma farta cabeleira.
Seja como for, analisa-te bem, com olhar crítico, mas recorda-te que as críticas negativas só são úteis se servirem para que tentes melhorar o que for possível melhorar. Não faças críticas negativas a ti mesmo, só por fazer, porque são inúteis e só te vão deprimir.
 
Agora, faz outro exercício bem mais importante..olha-te ao espelho, no sentido figurado.  Olha-te bem para veres bem o que és..
Quando te olhas por dentro, gostas ? Agradas-te como pessoa?
Não creio ser a única a pensar que ninguém é exactamente como gostaria de ser. Qualquer um de nós mudava alguma coisa na nossa personalidade, na nossa maneira de encarar a vida, mas ninguém é perfeito.   A bem dizer, seria muito chato co-habitar com alguém sem defeitos, não achas?
Mas vamos voltar ao que realmente me interessa… És, ou tentas ser, o tipo de pessoa que gostarias de ter como amigo, companheiro, colega ? Pensa bem… sê honesto.  Quando pousas a cabeça na almofada, naqueles minutos entre o deitar e o adormecer em que passas revista aos acontecimentos do dia, tens consciência que não pisaste em quem não devias, nem foste menos digno nos teus actos?
Cada um de nós tem o seu pedaço de mundo na mão, pedaço esse que é o nosso espelho e vai devolver-nos a própria imagem. Cabe-te escolher que reflexo queres ver, mas não tentes falsear o resultado, pois mais que enganares os outros, estarás a enganar-te a ti mesmo.
Longe de mim sequer imaginar que sou um anjo – de facto tenho um feitiozinho chato de aturar -, mas,  com o passar dos anos, se aprendi alguma coisa foi que não lucramos nada em ser má rés. Viver e deixar viver é bom, desde que ao adoptares esse lema não te desligues do teu lado humano e humanitário. É que não basta deixar os outros em paz, ou dar uma esmola a um pobre. Os gestos de humanidade valem muito mais.  Não te custa nada afagar quem te rodeia, dar um sorriso é grátis, e ajudar uma velhinha a atravessar a rua só te vai fazer sentir melhor, e não precisas de ser escuteiro !
Abraham Lincoln disse e eu subscrevo: “Se faço o bem, sinto-me bem. Se faço o mal, sinto-me mal. É esta a minha religião”.
Alguns amigos me dizem que eu transmito serenidade, mas eu não sou serena, e quem vive comigo sabe bem como mudo de humor duma forma absolutamente estúpida. Outros consideram-me ponderada, e contudo eu falo muitas vezes sem pensar, e reajo por impulso muito mais amiúde do que deveria. O que nunca ninguém poderá dizer de mim é que sou maldosa...ou que alguma vez magoei alguém de propósito. Impossível, acho que nasci sem o gene da ruindade.
Por isso, quando me olho ao espelho e vejo que estou a ficar velha e essas tretas todas, sou bem capaz de sorrir para mim e dizer: Cada dia gosto mais de ti, és mesmo o tipo de pessoa que eu gostaria de ter como amiga.
Beijos para quem me lê.

 

sinto-me:

escrevinhado por Mikas às 14:52

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

5 comentários:
De mil sorrisos a 19 de Maio de 2008 às 23:14
A tua reflexão fez-me sorrir. Vale mesmo a pena pensar nestas coisas! Tudo o que escreveste tem razão de ser. Todos nós temos pontos fracos e fortes, seja anatomicamente, seja em termos de personalidade. Ter a capacidade de auto-análise é fundamental, mas atenção à dureza com que, por vezes, nos "olhamos"; como mencionas, só nos faz sentir mal na nossa pele. Obrigada pela reflexão.
Beijos e Mil Sorrisos
:o))))))))


De Anónimo a 19 de Maio de 2008 às 23:28
De acordo a 100%. A parte de "cada um de nós ter um pedaço de mundo na mão" é muito bem visto. Conhecendo-te, creio que pensas como eu, que se cada um fizer do seu pedaço de mundo um sítio melhor, povoado por alguem com coração, vamos acabar por ter um mundo global muito mais são.
Beijo amiga.
-Isa


De DianadosBosques a 20 de Maio de 2008 às 13:21
Cá temos a Mikas pragmática e objectiva, como sempre... acho que isso é da idade pariga ;).. é uma das grandes e boas vantagens de se estar a entrar na fase provecta da vida... vemos o mundo com olhos de "ver"..
Subscrevo em género, número e grau o "termos um pedaço de mundo nas mãos" e "o nosso espelho vai devolver-nos a própria imagem"...
Tudo o que fazemos bem ou errado retorna a nós e, sendo nós donos do nosso destino e daquele pedacinho de mundo à nossa volta, temos uma responsabilidade enorme nos nossos actos e palavras...
Eu tb, cada dia gosto mais de ti mulher... e ter-te como amiga é um prémio na minha vida...
Beijos, muitos... a uma grande Mulher :)


De toda a 20 de Maio de 2008 às 16:29
Mais uma vez, oportunissima, serena, ponderada e boa! Muito boa! E quem te conhece só pode achar-te uma mulher fantástica porque tu própria te vês como boa pessoa que és, de facto. Enfim, a verdade é simples e retorna a cada um naturalmente.
Também eu gosto muito de ti e tenho imenso orgulho em ter-te como minha amiga. Desejo sinceramente conseguir ser, um dia, como tu.
Beijo redondo e abraço apertado
:))


De Anónimo a 5 de Junho de 2008 às 15:01
É um gosto imenso ler-te e cada dia te estimo mais!
Ainda bem que não és monótona e tens variações de ritmo :)
Subscrevo a tua religião e quando dizes: "és mesmo o tipo de pessoa que gosto de ter como amiga".
Obrigada,
beijo carinhoso e flores para ti folore :)) mané


Comentar post

.subscrever feeds