.Tomaram café ..


windows 8 registry tweaks

.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Estafadêra...

Começo por olhar a pilha de roupa para passar e decido que vai ser agora.

Lembro-me que no meio da pilha está uma camisa branca que precisa dum botão que convém ser pregado antes de a passar a ferro.  Ao abrir a caixa da costura, reparo como está desarrumada.  Decido que vou fazer isso agora, porque senão depois esqueço-me e vai continuar desarrumada.

Verifico que tenho 2 carrinhos de linha vazios e 1 agulha partida dentro da caixa, e dirijo-me ao balde do lixo para os deitar fora… xiii, o balde está cheio!   Tiro o saco do lixo de dentro do balde, ato e pouso no canto da cozinha  - tenciono logo a seguir ir colocar o mesmo no contentor - e vou à dispensa buscar outro saco, e noto, com desagrado que tenho um pacote de arroz rebentado na prateleira com metade do conteúdo espalhado.

Volto à cozinha para pegar em pá e escova, varro o arroz da prateleira e vou para despejar o mesmo no balde do lixo quando me lembro que está sem saco. Pouso a pá e a escova na mesa da cozinha e vou de novo à dispensa buscar o saco do lixo.

Aproveito e deito um olhar ao conteúdo da dispensa. Hum.. estou com o stock em baixo. Falta aqui muita coisa. Tenho de fazer uma lista de compras, antes que me falte alguma coisa crucial. Decido fazer isso agora antes que me esqueça.

Vou ao móvel do corredor onde guardo um bloco e caneta. Pelo caminho, passo pelo WC de serviço e lembro-me que a máquina de lavar já parou há um pedaço. Raios, tenho de tirar a roupa de dentro da máquina e estendê-la enquanto é dia. Vou fazer isso agora.

Pego na bacia grande de plástico, vou ao WC, desligo a máquina e tiro a roupa lá de dentro.  Reparo, com desagrado, que o WC tem um desagradável cheiro a mofo. Não pode ser.. vou já acender aqui uma lamparina de óleos essenciais.

Pego na bacia da roupa, pouso-a em cima do móvel do corredor e abro uma das gavetas onde guardo a lamparina, o frasco de óleo de queimar e as velinhas.  Preciso de fósforos para acender a vela.. lá vou eu à gaveta da cozinha. Não encontro. Não faz mal, tenho isqueiro na minha bolsa.

Vou ao meu quarto, abro a bolsa e procuro o isqueiro, mas (maldito vício) vejo os cigarros..e apetece-me um. Abro o maço e vejo que só tenho um. Acendo e anoto mentalmente que tenho de ir à rua comprar mais..  Enquanto fumo o cigarro vejo que o pó precisa de ser limpo. Acho que, mal acabe o cigarro vou tratar disso.

Esmago a beata no cinzeiro e vou ao armário da cozinha e pego o spray limpa-moveis e um pano de pó. Ao passar em frente ao quarto das minhas filhas, decido ir verificar se os gatos não fizeram por lá nenhuma asneira .  Não, não fizeram..mas o chão está com tanto cotão que já forma bolas nos cantos, parecem tumbleweeds  das cenas de filmes do faroeste. Não pode ser. Vou mas é pegar na Swiffer e limpar isto.

Pouso o spray e o pano do pó e entro no quarto de banho para pegar a mopa..  e já que aqui estou, vou fazer um xixi. Acabo com o rolo de papel. Vou ao armário buscar outro para trocar e por acaso, de passagem pelo espelho,  reparo que estou com as sobrancelhas numa lástima.  Mais um pouco e pareço o Bekas.  Que horror. Vou já arranjá-la.

Volto ao meu quarto, abro o gavetão onde guardo alguns cosméticos, maquilhagem e a pinça. O espelho de mão onde estará ? Ah, já sei..meti-o na gaveta da mesinha de cabeceira.

Abro a gaveta, pego no espelho e verifico que está todo borratado. Vou à cozinha pegar uma folha de papel de cozinha para o limpar, e reparo na quantidade de copos e canecas que tenho  sujas dentro do  lava-louças. 

 Resmungo contra os filhos que nunca lavam o que sujam e decido, antes de mais nada lavar os cacos…. Mas aparece um dos gatos a miar por comida e lá vou eu abrir uma lata e a argola parte-se e tenho de procurar o abre-latas na gaveta, que está um caos, e decido arrumá-la já de seguida e…e….

Eu podia continuar, e continuar e continuar.

Mas creio que já deu para ver como é que uma pessoa consegue ao fim dum dia sem ter feito porra nenhuma e no entanto estar absolutamente estafada..

sinto-me: Humanos - Muda de Vida

escrevinhado por Mikas às 12:53

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

.subscrever feeds