.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Quarta-feira, 30 de Junho de 2004

A criação da Mulher.

woman.bmp


Deus criou o Adão. Como macho tipico este apercebeu-se que não era capaz de fazer nada por ele próprio, e vai daí pediu a Deus que lhe arranjasse companheira.

 
Deus então sacou-lhe uma costela do lado esquerdo do peito. Pousou-a na mesa de trabalho e preparava-se para iniciar a sua obra prima (prontos..fazer a mulher..) quando 2 Testemunhas de Jeová lhe tocaram à campainha.

 
Enquanto ele se tentava livrar dos melgas, o gato lá de casa subiu para a mesa, abocanhou o osso e deu de frosques.

 
Ao voltar à mesa, Deus deu pela falta da costela. Procurou por toda a sala e nada.. De repente fez-se luz..." Foi o raio do Gato!!!" .

 
Saíu para o quintal, armado dum machado, com o intuito de dar cabo do canastro ao gato.

 
De longe avistou o bichano aninhado debaixo duma arvore a roer na costela... Deus, na sua imensa sabedoria, apercebeu-se que não conseguiria chegar perto do Gato sem que este lhe fugisse. Vai daí, fez mira e mandou o machado ao bicho.

 
Só que os gatos são rápidos como o caraças, né?? O tareco topou o machado a voar na direcção dele, agarrou bem na costela entre os dentes e deu um pulo...

 
Infelizmente para o gato o rabo fica sempre para trás. O machado acertou-lhe em cheio na cauda.

 
O pobre animal fugiu com o osso..mas o rabo ficou ali caído no chão.

 
Deus chegou-se ao pé do apendice felino decepado. Pegou no rabo. Olhou-o de vários angulos e chegou à conclusão que a matéria prima era mais ou menos identica à da costela do Adão (tirando o excesso de pêlo, claro).

 
"Bem" disse Deus para com os seus botões "à falta de melhor, serves". Deitou mãos à obra e produziu a Eva.

 
E assim, homens, não desesperem. Conformem-se com o facto de que vocês nunca hão-de entender as mulheres, os seus dramas, humores, segredos, alegrias, a sua sedução natural, o seu amor à solidão e aos mimos. A mulher, tal como o felino, é um ser misterioso, independente e orgulhoso.

 
É que a mulher foi feita a partir do rabo do gato.

escrevinhado por Mikas às 11:39

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (2) | favorito

Pensar e não pensar

Por vezes fazemos coisas sem pensar.
De repente surge uma ideia e apetece-nos fazer algo inesperado. Não paramos para pensar, simplesmente fazemos.
E por vezes corre bem, corre bem e que bem nos sabe o inesperado.
Outras vezes o inesperado tem um desfecho inesperado.
E recebemos uma surpresa com que não estavamos a contar.
Partimos com a alegria de menino de prenda na mão. E chegados ao destino não somos recebidos em festa. Timidamente escondemos a desilusão e a oferta da nossa surpresa, encolhemos o sorriso, fingindo a indiferença da desilusão.
E a alegria de menino é guardada na algibeira. Retornamos com a alma do mendigo exausto. E fechamos o desalento num casulo. Hibernamos em desconsolo.
E o mais triste é que perdemos a pouco e pouco a vontade do espontaneo.
Que mágoa me causa ver que o menino que há em mim vai crescendo um pouco mais a cada dia que passa.

escrevinhado por Mikas às 10:52

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 25 de Junho de 2004

Passou

blues_stars.bmp

Ele passou por mim
e nem o vi passar.
Não o senti,
Nem tive a noção
Que o perdia.

Pousou-me na palma da mão
Escorregou-me entre os dedos
Sem que eu tomasse consciência
De que me escapava para não mais voltar.

Tanto para fazer
Sempre a correr,
Tanta pressa
E nem vi que passava..
Nem me apercebi
Que não voltava.

Hoje acordei assim
(às vezes acordo assim)
E lembrei-me dele
Que passou e nem o vi.
O Tempo.

escrevinhado por Mikas às 16:12

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 24 de Junho de 2004

I Gemini

Gemini1.bmp

Ser inconstante e fugaz,
Num dia as Quatro Estações,
Cambiantes das mil cores
Um carrossel de emoções.

Muda o humor como o vento.
Maldição tanto sentir,
Pois se um instante é de choro
Basta outro p´ra sorrir.

Uma certeza a reter
Por entre a contradição
É a forma como ama
Quem lhe vai no coração..


escrevinhado por Mikas às 14:09

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

Terça-feira, 22 de Junho de 2004

Lisbon Revisited

anger.bmp

Nao ! Não quero nada. 
Já disse que não quero nada. 
Não me venham com conclusões! 
A única conclusão é morrer. 
Não me tragam estéticas! 
Não me falem em moral! 
Tirem-me daqui a metafísica! 
Não me apregoem sistemas completos, não me enfileirem conquistas 
Das ciências (das ciências, Deus meu, das ciências!)
Das ciências, das artes, da civilização moderna! 
Que mal fiz eu aos deuses todos? 
Se têm a verdade, guardem-na! 
Sou um técnico, mas tenho técnica só dentro da técnica. 
Fora disso sou doido, com todo o direito a sê-lo. 
Com todo o direito a sê-lo, ouviram? 
Não me macem, por amor de Deus! 
Queriam-me casado, fútil, quotidiano e tributável? 
Queriam-me o contrário disto, o contrário de qualquer coisa? 
Se eu fosse outra pessoa, fazia-lhes, a todos, a vontade. 
Assim, como sou, tenham paciência! 
Vão para o diabo sem mim, 
Ou deixem-me ir sozinho para o diabo! 
Para que havemos de ir juntos? 
Não me peguem no braço! 
Não gosto que me peguem no braço.  Quero ser sozinho.  
Já disse que sou sozinho! 
Ah, que maçada quererem que eu seja da companhia! 
Ó céu azul - o mesmo da minha infância -
Eterna verdade vazia e perfeita!  
Ó macio Tejo ancestral e mudo, 
Pequena verdade onde o céu se reflete! 
Ó mágoa revisitada, Lisboa de outrora de hoje! 
Nada me dais, nada me tirais, nada sois que eu me sinta. 
Deixem-me em paz!  Não tardo, que eu nunca tardo... 
E enquanto tarda o Abismo e o Silêncio quero estar sozinho!


(Alvaro de Campos, 1923)
Quem me dera o teu talento Fernando..*

escrevinhado por Mikas às 16:38

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (2) | favorito

Os engomadinhos

Ai que tédio me dá alguém que nunca sai dos carris

Como me aborrecem os 100 % certinhos..

Soa-me a falso tanta correcção, enervam-me.

São os que adoram as criancinhas (mas tem ama para cuidar dos deles), e emocionam-se com o golfinho que deu no telejornal, mas maltratam a empregada lá de casa. Não dão uma esmola a um pobre, mas participam em jantares de caridade, onde gastam um balúrdio em meia-dose de vitela assada, mas ficam bem vistos.


São aqueles seres que afirmam adorar passar o serão a ler “um bom livro” (que raio é um bom livro??), ouvindo musica clássica… Só gostam dos Madredeus, Caetano, Dulce Pontes e Luís Represas… porque sim, porque é musica de qualidade, porque, porque…sei lá, porque leram algures que assim era.

Epá….são os que comem sardinhas de faca e garfo…

Aiiiiii que vontade de os abanar, assentar-lhes dois cachaços para ver se acordam e sentem o aroma do café!!!



escrevinhado por Mikas às 16:09

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (2) | favorito

Madrugada

Se a noite é longa

Faz dos sonhos companhia.

E se a noite não é amiga

Faz da penumbra um refugio.

Pousa suave a alma sobre a cama

E deixa-te levar pelo embalar do silencio.

E se aínda assim te dói a solitude

Sai de ti e encontra a Madrugada,

Abre a janela e deixa entrar a luz.

Cumpre o dia com a ciencia duma criança

E decerto vais ver que

Quando a noite chegar

E pousares a tua alma sobre a cama

Vais ter os sonhos por companhia

E adormeces no doce embalar

Dos braços do silencio.

escrevinhado por Mikas às 01:35

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 21 de Junho de 2004

Thoughtless

woman_mirror.bmp


She´s thoughtless.


Sitting before the mirror, sees no image.


The things that run through her mind leave her


Thoughtless.





Eyelids flutter in a careless shrug


Takes a finger to her lips


No words uttered, not a sigh, just


Thoughtless




What was it he said?


Forgot,


Or did she choose to forget?




Silly, simple thing,


Don´t you dare bring that up.


Store it at the back of your mind


Just remain


Thoughtless.



Damn wrinkle, were you there yesterday?


And that frown used to be a smile...


What was it he said ...


Something about needing space.




Damn mirror, stop staring.


Leave her be, mind you business.



If only for a day, please


She wants, se needs, she must


Remain


Thoughtless.





escrevinhado por Mikas às 17:37

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (1) | favorito

Duas tretas para começar.

Se vieres por bem, sê bemvindo.
Se vieres com pedra na mão, põe-te a milhas.

Andei a cheiretar nos blogs alheios e deu-me vontade de ter um meu.

Se por acaso algum viajante perdido por aqui passar e me ler, espero que gostes e que me digas.

Se não gostares, diz-me tambem. Só não me atires pedras.


escrevinhado por Mikas às 16:38

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (8) | favorito

.subscrever feeds