.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

raining

 

 

Esta noite voltou a chover.
A primavera, que trazia promessas
De dias amenos e noites perfumadas,
Passou sem que eu desse fé.
Ainda sinto a areia de inverno sob os pés
E ouço o vento a uivar sobre a água..
Lembro-me das pequenas ondas saltitantes
Coroadas de espuma branca.
Sei, porque o calendário mo diz,
Que o Verão já cá está,
E contudo o mau tempo sucede.
As flores tombam na terra molhada,
O frio não me larga e faz-me mal
E a chuva não me deixa dormir.

 

música: Time (Ben's Brother)

escrevinhado por Mikas às 12:08

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

Terça-feira, 23 de Junho de 2009

Mote

 

 

Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.
 
E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
 
E começas a aprender que beijos não são contratos, presentes não são promessas. E não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso.
 
Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais.
 
Descobres que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que podes fazer coisas num instante, das quais te arrependerás pelo resto da vida.
 
Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
 
E o que importa não é o que tu tens na vida, mas quem tens na vida.
 
Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida, são tiradas de ti muito depressa -  por isso, devemos sempre deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas pois pode ser a última vez que as vemos.
 
Aprendes que paciência requer muita prática.
 
Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de seres cruel.
 
Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém.     Algumas vezes, tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo.
 
Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, tu serás em, algum momento, condenado.
 
Aprendes que não importa em quantos pedaços teu coração foi partido, o mundo não pára para que o consertes.
 
E, finalmente, aprendes que o tempo, não é algo que possa voltar para trás.
 
Portanto, planta teu jardim e decora tua alma, ao invés de esperar que alguém te traga flores.
 
 E percebes que realmente podes suportar... que realmente és forte, e que podes ir muito mais longe mesmo depois de pensares que não aguentas mais. E que realmente a vida tem valor, e que tu tens valor diante da vida!
 
E só o medo de tentar  é que nos faz perder o bem que poderíamos conquistar"

(William Shakespeare)

 

sinto-me:

escrevinhado por Mikas às 15:50

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 11 de Junho de 2009

É triste

 

"There's one sad truth in life, I've found

  While journeying east and west:

  The only folks we really hurt

  Are the ones we love the best.

 

  We flatter those we scarcely know

  We please the fleeting guest.

  And deal full many a thoughtless blow

  To the ones who love us best ".

 

( Ella Wheeler Wilcox ).

 

[ É triste, não é ?.. 

Quantas vezes somos capazes de magoar aqueles que mais amamos.

Bajulamos aqueles que mal conhecemos com gestos de consideração e cortesia.. esforçamo-nos por agradar aos convidados, àqueles que estão apenas de visita e de passagem.  Seria impensável demonstrarmos falta de educação por esta gente. Fazemos aquele pequeno esforço para mostrar quão gentis somos, o quanto eles nos merecem respeito e deferencia.

E depois..  somos capazes de desferir golpes de cruel desconsideração e falta de carinho naqueles que mais nos amam.

É triste, não é ? ]

 

música: Nessun Dorma por Michael Bolton

escrevinhado por Mikas às 11:15

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

Terça-feira, 2 de Junho de 2009

M de Mim

 

O meu nome tem um  M..
É uma letra austera,
Tem linhas verticais e ângulos afiados.
Pousa os pés solidamente no chão
E eleva-se com altivez.
É uma letra determinada,
Tem traços firmes, esquinas cortantes,
Dobra, desce, concede.. mas não quebra.
E volta a elevar-se com altivez.
 
O meu nome tem um m...
É uma letra subtil
Tem linhas macias  de contornos suaves.
Pisa o chão com ligeireza
E ergue-se num abraço meigo.
É uma letra sonhadora
Tem afagos e mimos e beijos
Baixa-se, escuta, concede… mas não quebra.
E volta a erguer-se a sorrir.

 


escrevinhado por Mikas às 10:48

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

.subscrever feeds