.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

Carbonara Colorida

Para aligeirar, hoje vai uma receita de massa Carbonara à minha moda.

 

Ingredientes (para 4 pessoas)

- 1 pacote de massa tricolor (fusili, conchas, farfale etc.)

- 1 fatia grossa de fiambre -(1 dedo de espessura, aprox. )

- 1 naco de bacon  de aprox. 300 gramas.

- 1 pacote natas - 200 ml.

- 2 gemas de ovo, cruas.

- Meia chávena de leite

- Queijo ralado q.b.

- 1 ovo cozido

- Salsa (da seca )

- Uns pingos de sumo de limão.

 

Modo de prepaprar

 

- Pões a massa a cozinhar, da forma habitual (muita água e sal q.b.)

- Enquanto a massa está ao lume, cortas o fiambre e o bacon em cubos. Reserva, separadamente.

- Pica o ovo cozido e reserva.

- Deita as gemas cruas numa tigela e mexe bem com um garfo para desfazer, depois junta-lhe o leite.

- Estando a massa cozida, escorre e reserva.

 

- Põe uma frigideira ao lume, só com 1 colher pequena de azeite.(muito pouco)

- Estando quente, deita-lhe os cubinhos de bacon e deixa fritar ligeiramente.

- Acrescenta os cubinhos de fiambre, e deixa fritar mais um pouco.

- Baixa o lume e verte as natas sobre o fiambre/bacon, mexe bem.

- Acrescenta a mistura gema/leite, mexe sempre, e deixa "engrossar" mas sem levantar fervura. (se ferver, a gema "talha" e embora fique comestível, fica mais feio). Desliga o lume e tempera com umas gotas de limão.

 

Apresentação

 

  • Deita a massa numa travessa funda.
  •  Verte o fiambre e bacon e respectivo molho, mais a salsa e o ovo picado sobre a massa e  mistura.
  •  Por fim, polvilha com o queijo ralado e  está pronto.

Bom apetite*.

 

 

 

 

 


escrevinhado por Mikas às 20:08

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Mal nenhum

 

Não há mal nenhum em voltar àqueles lugares.

Voltar a caminhar descalça pelo areal ventoso,

Sentar na trave de madeira perto da água e ver

O suave ondular do rio.

Não há mal nenhum em ficar sentada a olhar

O caír da noite,  tão tranquilo e tão saudoso.

Ver as luzes a piscarem na outra margem,

E então já noite feita, regressar.

 

Não há mal nenhum em voltar àquela praia,

Voltar a descansar na mesma rocha agreste,

E ver o Sol beijar o mar e nele se fundir.

Ouvir as gaivotas que planam sobre as ondas

Em danças compassadas e vádias.

Voltar ao carro e passar naquele canto

Onde as estrelas sorriam no céu de cobalto,

E o seu brilhar foi somente para nós.

 

 

Não há mal nenhum em voltar aos lugares,

Mal nenhum em lembrar e sentir.

Mal nenhum se eu ficar presa  um pouco mais

Ao que era e o que foi.

Mal nenhum em tirar tempo para me demorar

A vaguear levemente entre o antes e o depois.

 

 


escrevinhado por Mikas às 21:05

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

O meu sorriso ?

 

 

Hoje fui ao sótão das minhas memórias.
Rebusquei em caixas cobertas de pó
Por lá arrumadas, por lá esquecidas.
Procurava o meu sorriso, alguém o viu ?
Abri gavetas e remexi tudo
Espalhei papeis e trapos e pequenos nadas
A poeira soltou-se no ar
Mas do meu sorriso nem um sinal.
Ergui o velho tapete que cobre o chão
Espreitei, levantei  e voltei a espreitar.
Nada mais que cotão e fios soltos
E o meu sorriso não estava lá.
Passei as mãos pelas prateleira,
Abri sacos, virei fora  o conteúdo,
Livros lidos, botões velhos, coisas gastas.
No velho baú de madeira, encostado no canto
Encontrei fotos, brinquedos , desenhos e cartas
Mas o  meu sorriso ? Não o encontrei.

 

música: Hungry eyes

escrevinhado por Mikas às 17:26

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Agradecimento às minhas Amigas

 

Tenho um pequeno núcleo familiar extremamente unido e apoiante, e talvez por isso, não tenho muitas pessoas a quem chame “amigo”. De facto, são muito poucos.
O que escrevo neste texto não se destina às  pessoas que são amigas e vizinhas, pois a essas eu posso dizer o que quero dizer, olhos nos olhos. 
Esta pequena lembrança é para umas amigas, maravilhosas amigas, que eu tenho, e que moram longe.
Por coisas que se passaram, sei que não tenho sido boa companhia nestes últimos tempos. Sei que a minha tendência é retroceder para dentro de mim e falar menos, mas isso sempre foi assim. 
Passei muitos anos a ter de lidar sozinha com os problemas, e habituei-me a resolver as coisas por mim mesma, sem grandes desabafos.
Por outro lado, sou exímia a ouvir os problemas dos outros e tentar animar. Sou paciente e tento transmitir alento e força. E acho que sou boa conselheira. Acho que sou, sim..
Eu sei que vocês – especialmente tu Teresa, Mané e  mais recentemente a Dulce – estão sempre a deitar-me um olho, tenho consciência disso. A Teresa com o seu espírito prático e a capacidade de saber o que eu penso sem eu ter de falar sequer ( cotas do crl.. até completam as frases uma da outra). A Mané que só me mima com as lembranças, as flores, as músicas, os beijinhos na minha cara de boneca chorona. A Dulce que é uma companheira discreta, com quem falo todos os dias ao telemóvel, e me ajuda a pensar noutras coisas.
Não vou mencionar os nomes de outras pessoas queridas .. elas sabem quem são .
Enfim, o que eu queria mesmo dizer é que sei que não tenho sido boa companhia nestes últimos tempos mas….. a velha Maria continua cá. As bases da pessoa continuam a ser as mesmas. É só darem-me tempo para pôr tudo em devida ordem e voltar a ser a optimista que sempre fui.
E o que de mais importante eu queria dizer é que sou profundamente grata pelo vosso carinho, cuidado e amizade. E agora calo-me senão isto vira lamechice.
Beijos.
Ah ! Um conselho para quem o queira: Quando andares na boa, in love, na mó de cima, todo feliz, noutra  onda -  nunca, mas nunca te desligues dos amigos. Lembra-te que a boa pode virar má, o love pode acabar, a mó de cima pode virar mó de baixo , a felicidade pode findar e a onda que era boa pode tranformar-se em tsunami e lixar-te. E mesmo assim, os teus verdadeiros amigos vão estar lá para ti, pelo bem e pelo mal. Lembra-te disso.

 


escrevinhado por Mikas às 16:11

link do post | Diz-me o que pensas | ver comentários (3) | favorito

.subscrever feeds