.mais sobre mim

.Coisas que escrevi:

. ...

. Estafadêra...

. ...

. Lição de Inglês - Nº. 3

. Enfardar

. Felicidade

. Bacalhau escondido à minh...

. As velhotas na missa

. Dúvida do dia.

. A Vingança

.arquivos

. Setembro 2011

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

Contrastes

 

De fogo passou a cinza,

Do gelo se fez em água..

A pedra desfez-se em pó,

O riso morreu em pranto...

E a luz fundiu-se em sombra.

 

Alguras ao longe a Fortuna riu-se de ti.

 

O sólido mudou para líquido

E o líquido evaporou-se..

O tronco formou-se galho

A chuva caíu em neve...

E o calor subitamente enregelou.

 

Algures ao longe a Fortuna riu-se de ti.

 

O canto passou a choro,

Os campos formaram desertos

O mar secou em salitre

A ternura virou mágoa

O amor deu lugar ao nada.

 

Algures, o Amarelo doce e quente

Abandonou a frescura do Verde..

Restou o solitário Azul..

Que é a cor da Fortuna.. que se ri de ti.

 

sinto-me:
música: Embrace - Gravity.

escrevinhado por Mikas às 21:38

link do post | Diz-me o que pensas | favorito

1 comentário:
De C. a 11 de Outubro de 2008 às 19:53
Fuck ! um beijo na tua cara doce, amiga.


Comentar post

.subscrever feeds